Captura%20de%20Tela%202021-03-06%20%C3%A

ABJETAS 288

2020 | SERGIPE - 20 MIN

Direção:  Júlia da Costa e Renata Mourão

Em um futuro distópico, Joana e Valenza fazem uma jornada à deriva por uma cidade nordestina. Através da música eletrônica e trilha ruidosa, as personagens nas andanças pelas ruas, performam o que sentem enquanto vivem nessa sociedade tentando entendê-la. Abjetas 288 trata sobre territorialidades, identidades e meritocracia, tudo com um tom irônico e se utilizando de elementos alegóricos que dialogam com a história popular de Aracaju.

Elenco:  Débora Arruda, Joana Dandara Fernandes, Jeane Menezes, Ada Viana, Maria Tereza Xavier, Daniel Quintiliano, Gustavo Miranda, Tinho Torquato,  Fortes Silva, Pedro Felipe, Carolina Santos,  e Igor Galvão

 

JÚLIA DA COSTA PEREIRA

(DIREÇÃO)

Júlia da Costa Pereira, 27 anos, nascida em Curitiba (PR), atualmente reside em Aracaju (SE), realizando sua graduação na Universidade Federal de Sergipe. Em 2018 fez mobilidade acadêmica na Universidade Federal Fluminense, onde estudou dois períodos e teve a oportunidade de fazer parte da equipe do filme “Prisma” (Rio de Janeiro, 2018) dirigido por DeBeija, sendo assistente de produção de objetos e co editora do curta-metragem que foi feito a partir do edital Elipse. Em Aracaju co escreveu e co dirigiu o curta-metragem 'Era pra ser o nosso road movie' (Aracaju, 2019) em parceria com Carolina Timoteo, Clecia Borges e Luxas Menezes, que ganhou o terceiro lugar na Semana paulistana de curta-metragens do Centro Cultural Vergueiro (CCSP); dirigiu e realizou o videoclipe 'Bile' de Clara de Noronha (Aracaju, 2018); dirigiu e fez a direção de arte do videoclipe 'Conto do Vigário' (Aracaju, 2016) em parceria com Bruna Noveli e Cend Luara; como cenógrafa e produtora de objetos, atuou no curta-metragem "Amparo" (Aracaju, 2019), dirigido por Lilian Sarah e Dominique Mangueira. Atualmente está trabalhando na distribuição do curta-metragem Abjetas 288, projeto que escreveu, dirigiu e montou em parceria com Renata Mourão. Em 2020 foi contemplada pelo edital da lei Aldir Blanc com o projeto A Barbie Careca e está trabalhando na sua pré-produção.

RENATA MOURÃO

(DIREÇÃO)

Renata Mourão, 26 anos nascida em São Paulo, e vivendo em Aracaju (SE) desde a infância, graduanda em Cinema e Audiovisual na Universidade Federal de Sergipe. Realizou assistência de produção no documentário "O Muro é o Meio" (2014) de Eudaldo Monção; Co-dirigiu e co-roteirizou os curta-metragens "Ruínas" (2014) e "Mini Cosmos" (2015), ambos disponíveis em plataformas online. Em 2018 foi assistente de produção em "À Deriva" de Clara Bueno. Atualmente está realizando a distribuição de seu próprio trabalho de conclusão de curso com o curta-metragem ficcional distópico "Abjetas 288" em parceria com Júlia da Costa, onde ambas co-dirigiram, roteirizaram e montaram em meio a este ano caótico que foi 2020.

FICHA TÉCNICA

Direção: Júlia da Costa e Renata Mourão

Assistência de direção: Lilian Sara

Direção de Fotografia: Bruna Noveli

Assistência de Fotografia: Cend Laura, Clécia Borges e Caio Augusto

Direção de Arte: Carolina Timoteo

Figurino: Mariana Veloso, Isabella Kassan, Deborah Gonçalves e Izadora Sobral

Cenografia: Juno e Layla Bomfim

Produção de Arte: Amanda Fletcher e Isabella Kassan

Produção de Objetos: Deborah Gonçalves, Juno e Layla Bomfim

Artes Gráficas: Layla Bomfim, João Marques e Mariana Veloso

Cabelo: Gustavo Miranda, Juliana Santana e Isabella Kassan

Maquiagem: Pretafromake, Isabella Kassan e Derek Profile

Direção de Som: Clara Cavalcante Bueno

Assistência de som: Kleverton Souza e Silverman Trilha Sonora: Janaína Disfalq, Danilo Grilo, Deniel Diniz,Thiago Samadhi e Adam Lucas Viana

Mixagem e desenho de som: Adam Lucas Viana

Direção de Produção: Neto Astério

Assistência de produção: Larissa Lima

Produção Executiva: Filipe Cruz

Produção de Set: Theresa Menezes, Lucas Menezes e Kaippe Reis

Continuísta: Carolen Meneses

Montagem Júlia da Costa e Renata Mourão

Preparação de Elenco: Diane Veloso, Marcia Baltazar e Jonathan Rezende..