Fundo Rasgado - A2.png

MASTERCLASSES

12 DE MARÇO ÀS 19:00 NO YOUTUBE

MASTERCLASS DE COLETIVOS COMO FORMA DE PRODUÇÃO

com Ralph Duccini

 

13 DE MARÇO ÀS 19:00 NO YOUTUBE

MASTERCLASS ESTRUTURA, PERSONAGEM E CONFLITO

com Fidelys Fraga

Ralph.jpg

MASTERCLASS COM RALPH DUCCINI

COLETIVOS COMO FORMA DE PRODUÇÃO

Coletivos como forma de produção tem como objetivo se aprofundar nas possibilidades de produção independentes em forma de estado cooperativo. Se estabelecendo como maneira de resistir como produtor cultural LGBTQI+, a masterclass observará as formas de organização coletiva e os frutos dessas articulação através dos casos do Uivo Coletivo Teatro e Terrorismo Poético e da Coletiva Transpoetas. Através da história do surgimento do coletivo e suas estratégias de criação e produção, serão comentados a partir de exemplos de desierarquização presente nos processos criativos do Uivo Coletivo: D’Arc (2019/2020) e Alcatéia - Mostra de Artes de Paracambi (2020 - online). A partir da experiência coletiva de TransPoetas, se falará a respeito de um movimento transcentrado nacional,voltado para a criação poética em todas as áreas, envolvendo não só a literatura. Também funcionando como espaço seguro de afeto, troca, debate, criação e divulgação de artistas trans. A união como resistência e potência criativa.

Fidelys.jpg

MASTERCLASS COM FIDELYS FRAGA

ESTRUTURA, PERSONAGEM E CONFLITO

Como se dá a relação entre a construção de um personagem e o lugar de fala do roteirista? Roteiros com protagonista ou temática LGBTQI+ são sempre atravessados por conflitos sociais e preconceito? Quais as fronteiras entre temática LGBTQI+ e filmes panfletários? Como trabalhar isso na escrita do roteiro?

O que são personagens bi e tridimensionais? Qual a relação entre estrutura e protagonista? Existe “filme de personagem” e “filme de trama”?  Como se dá a verossimilhança na construção da personagem e o intercâmbio entre diegese e realidade?

A masterclass com o roteirista e dramaturgo Fidelys Fraga investiga as bases da narrativa do filme Sócrates e analisa o arco de seu protagonista.  A partir da decupagem dos atos e sequências do roteiro, vamos levantar reflexões sobre narrativas hegemônicas e estruturas clássicas e discutiremos como se apresenta a trajetória do herói vivenciada por Sócrates, um protagonista homossexual.