Buscar
  • Pajubá Festival de Cinema LGBTI do Rio de Janeiro

Pajubá: Um pouco de Brasil

Atualizado: Mar 8


Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro apresentam o 1º Pajubá - Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro.


Enquanto o Brasil vive a maior crise sanitária e econômica de sua história, nós mergulhamos na cultura LGBTI+ e na produção audiovisual brasileira. Não como escape, mas como resistência política e cultural.


No país que mais mata LGBTI+ no mundo, idealizamos o festival o Pajubá - Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro, trazendo como proposta um diálogo entre a linguagem audiovisual com a cultura LGBTQI+ fluminense e brasileira, funcionando como um espaço de difusão, reflexão, consciência e celebração da diversidade sexual e da cultura audiovisual no contexto da produção cultural fluminense.


O festival conta com exibições de curtas de forma online no site do evento, 02 masterclasses online de caráter formativo, 01 seminário online com reflexões sobre os temas curatoriais propostos pelo festival. No YouTube, são 04 lives com os realizadores dos filmes selecionados e 01 cerimônia de encerramento e premiação online. O festival também contempla a democratização do acesso (todas as atividades serão gratuitas) e a diversidade de público, com 01 sessão especial online com os vencedores com recursos de acessibilidade.


A programação dos 35 filmes programados a partir das 4 mostras (Brasil Documentário, Brasil Ficção, Mostra Fluminense e Mostra Atraque: Trajetórias Trans/Travesti no Curta Documentário Brasileiro, leva em contas as narrativas LGBTI+ suas lutas políticas, tragédias, mas também alegrias, celebrações, pesquisas e experimentações estéticas e de linguagem. Portanto, o Pajubá - Festival de Cinema LGBTI+ do Rio de Janeiro, afirma a cultura LGBTQI+ através da linguagem audiovisual.


À toda equipe do projeto e a todes os 272 realizadores que nos enviaram seus filmes, nosso muito obrigado pelo profissionalismo e talento.


Os curtas, encontros e textos que veremos aqui nos fazem pensar sobre a cultura LGBTI+ e sobre o Brasil. O Brasil que conseguimos ser e o Brasil que queremos que seja. Queremos que o festival, (assim como a linguagem pajubá representa para a nossa comunidade) seja um espaço de liberdade, solidariedade e afeto, um lugar onde o público possa se sentir acolhido, representado e instigado. Que possa pensar e viver a sua cultura.

Viva o Pajubá! Viva a cultura LGBTI+! Seguimos juntes!


Thiago Tavares, Idealizador


223 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo